Opinião: O que esperar do Londrina para 2018?

Aprender com o passado é fundamental para o Londrina conquistar seus objetivos

Salve Nação Alviceleste!

O Londrina voltou aos trabalhos e apresentou nada mais, nada menos do que sete reforços para a temporada 2018, são eles: o zagueiro Vinícius Del’Amore (do Corinthians), o volante Moisés (do Grêmio), os meias Thiago Primão (ex-Coritiba e Santa Cruz) e Alex (do Cruzeiro) e os atacantes Caíque (ex-Atlético-PR e RB Brasil), Keirrison (que volta ao clube após passagem em 2016), e Wesley (da Inter de Limeira), além de ter fechado a contratação do atacante Gustavo Tocantins (ex-Corinthians e que estava no Estoril-POR), porém esse ainda não foi apresentado.

Foto: Reprodução RPC

A temporada 2018 será longa, o Tubarão terá a Copa do Brasil, Campeonato Paranaense, Brasileiro Série B e Copa da Primeira Liga. Os reforços chegam para suprir carências vistas nos anos anteriores e perdas após o fim da última temporada. Diante de tantas mudanças, uma em especial, Ricardinho assumiu o comando técnico da equipe e terá enorme pressão por substituir o ex-treinador Tencati, que colecionou títulos e acessos com a equipe.

Essa para mim é a principal interrogação nesse “novo time” que deveremos ver na curta pré-temporada antes da estreia no paranaense, dia 21, contra o Foz do Iguaçu na fronteira, muito devido ao fato do novo treinador ter pouca experiência na profissão, o desafio para ele será enorme. Em 2018 o Londrina tentará ir mais longe na Copa do Brasil, competição que foi precocemente eliminado em 2017, visto que o torneio pagará quantia recorde em premiações, diante disso, o Alviceleste foi atrás de reforços já para o início do ano.

Contudo, a principal competição ao meu ver segue sendo o Brasileiro da Série B. Depois de ficar a três pontos do acesso em 2016 e a apenas dois no ano passado, o Tubarão tem tudo para não deixar a vaga entre os quatro melhores escapar, tem experiência, sabe os pontos em que precisa melhorar e principalmente onde não pode errar. Além do que, ao que tudo indica, o gestor do clube entendeu que montar a equipe no meio da competição faz com que pontos preciosos fiquem pelo caminho, os reforços vem para “encaixar” já no começo do ano e deixar apenas contratações pontuais para a competição nacional.

Das contratações para a temporada chama a atenção o nome de Keirrison, que volta ao clube após passagem em 2016. No ano em questão, o atleta chegou sob críticas e muita desconfiança, mas conquistou seu espaço e marcou oito gols. O atleta possui na carreira muitos altos e baixos, mas foi no Londrina que teve seu melhor momento desde 2009, K9 (ou K99 como foi no Londrina) tem qualidade e conhece o caminho das redes, tenho certeza que com sequência poderá ajudar muito no ataque alviceleste.

Foto: Londrina Esporte Clube

Os desafios na temporada serão enormes para o Londrina, porém embalados pelo título da Primeira Liga e a boa campanha na Série B, a empolgação e principalmente a expectativa da torcida londrinense são ainda maiores. O trabalho dentro de campo começará praticamente do zero (com o novo treinador) e o Tubarão deverá se adaptar o mais rápido possível ao “novo”. Mas com a seriedade tradicional, pés no chão e muito trabalho, o Londrina tem tudo para novamente ter um ano espetacular, quem sabe até com acesso e títulos.

E para você, torcedor alviceleste, o que esperar dos reforços e da temporada do Londrina?

Diego Rocha

Londrinense de corpo, alma e coração, apaixonado por futebol, pela festa nas arquibancadas e principalmente pelo Londrina Esporte Clube.


Esse conteúdo é de responsabilidade de seu autor(a).


Você tem que estar por dentro!
Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades no seu e-mail