Após polêmica na internet, Lucimara recebe doações de vaquinha virtual

O gerente comercial Fabio Paiva foi o idealizador e representante de quase quarenta pessoas que participaram de uma vaquinha virtual (veja aqui) para ajudar a Lucimara Diniz, vítima de um boato na internet, no mês passado. A vaquinha atingiu o valor de R$1.360,00, retirada as taxas do site que promove a ação, Lucimara recebeu a quantia de R$1.256,46.

Lucimara e Fabio durante a entrega do valor arrecadado / Foto: Tem Londrina

A entrega da doação foi realizada no Calçadão mesmo, ponto de encontro diário da moça que teve poliomelite e passa os dias sentada numa cadeira de rodas pedindo doações, no centro da cidade. Segundo Lucimara, o valor veio em boa hora, pois irá ajudá-la a comprar os remédios para a mãe, que também é debilitada.

A ideia da vaquinha virtual surgiu depois que fotos circularam pela internet, mostrando Lucimara na praia. A desinformação das pessoas gerou mentiras sobre a vida de Lucimara nas redes sócias e ganhou grandes proporções. Depois de muitas especulações, ficou provado que Lucimara não era a moça da foto na praia e precisa, realmente, de ajuda as pessoas.

Lucimara afirmou que a doação veio em boa hora / Foto: Tem Londrina

Para Fabio, as pessoas que ajudaram ficaram felizes em poder contribuir com a causa nobre. “A meta inicial era arrecadar um salário mínimo, mas passamos da meta e chegamos à esse valor, que é um valor simbólico, pois o que importa é mostrar para as pessoas que podemos fazer coisas boas, a partir de acontecimentos ruins”, declarou o idealizador.

Assista o vídeo:


Você tem que estar por dentro!
Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades no seu e-mail