Ícone londrinense: Zezão lutava contra doença de Parkinson

O radialista José Maria Makiolke, de 71 anos, conhecido como Zezão, faleceu na manhã desta terça-feira (14). Voz marcante do rádio e figura ímpar da comunicação, Zezão lutava contra a doença de mal de Parkinson, que se agravou recentemente. O comunicador estava internado no Hospital Mater Dei e teve falência múltipla dos órgãos. Ele trabalhava desde 1974 na Paiquerê FM.

Foto: Marcos Zanutto/Folha

Malkiolke iniciou a carreira em 1964, quando tinha apenas 16 anos, na Rádio Difusora de Londrina. Com atuações em emissoras locais e também em Curitiba, sempre com uma personalidade forte e muito bom humor. Chegou a trabalhar no Rio de Janeiro, onde atuou na famosa rádio Tupi e também na rádio Tamoio.

Dono do bordão “Alegria, alegria, alegria, gente boa!”, Zezão se tornou uma das vozes mais conhecidas do rádio e da TV.

Em 2013, foi premiado com o título de Cidadão Benemérito de Londrina.

O velório acontece na Câmara de Vereadores das 10h às 17h com sepultamento no Cemitério São Pedro. O prefeito Marcelo Belinati (PP) decretou luto oficial de três dias em Londrina.

Redação Tem


Você tem que estar por dentro!
Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades no seu e-mail