GM’s envolvidos na morte de Matheus Evangelista são exonerados

Matheus foi morto enquanto se divertia na região norte – Foto: Internet

Os guardas municipais acusados de envolvimento na morte do jovem Matheus Evangelista, de 18 anos, em 2018, foram exonerados do serviço público nesta quinta-feira (10). A exoneração foi assinada pelo prefeito do município e publicada no Diário Oficial.

Matheus morreu após ser atingido por um tiro. As investigações apontaram que a bala saiu da arma de um dos guardas. Na época, os agentes foram chamados para atender uma ocorrência de perturbação de sossego.

Uma decisão justiça, também determinou que Michael de Souza Garcia e Fernando Neves, sejam julgados por um júri popular.

O ex-guarda Neves responde por homicídio qualificado, fraude processual e falsidade ideológica. Já o ex-agente Garcia será julgado por fraude processual. 

Redação Tem


Você tem que estar por dentro!
Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades no seu e-mail