Empresa de jogos online produz 2 milhões de máscaras cirúrgicas

Foto: Reprodução

A BingoTimes, empresa de jogos de Taiwan, confeccionou 2 milhões de máscaras cirúrgicas que foram doadas para as cidades de Nova York e Nevada, nos Estados Unidos, com o intuito de proteger os profissionais de saúde. A doação foi realizada após um pedido da Las Vegas Sands, uma das gigantes do ramo de cassinos e ressorts, que ficou responsável pelo envio das 500 caixas com o material para o país norte-americano.

“Essa pandemia pediu que cada um de nós use todas as habilidades que temos para ajudar os mais afetados pela crise”, disse o presidente da Las Vegas Sands, Sheldon Adelson, em comunicado. “A obtenção de equipamentos de proteção pessoal para nossos profissionais de saúde e socorristas em Nevada e Nova York, o epicentro dessa crise, é fundamental para manter essas pessoas corajosas seguras, garantindo que eles possam fazer seu trabalho para ajudar nossos cidadãos mais vulneráveis”.

As doações ocorrem em um período em que é possível observar um crescimento expressivo de acesso em cassinos online, nicho no qual a BingoTimes está inserida. Ao que tudo indica, esse aumento é resultado do isolamento social causado pela epidemia do novo coronavírus e a necessidade de quem está em casa encontrar meios de se entreter. É possível, inclusive, encontrar uma lista de cassinos online com bônus para jogador brasileiros em uma rápida busca online.

A indústria do entretenimento em tempos de Covid-19

A atual crise gerada pela pandemia do novo coronavírus vem afetando de maneira profunda a indústria do entretenimento. Enquanto diversas empresas e pessoas ligadas ao setor se unem em prol de doações, outros temem os impactos causados pela paralisação de produções, o adiamento de estreias e o fechamento de estabelecimentos ligados ao setor, como cassinos, teatros e cinemas.

No Brasil, a transmissão de shows ao vivo tornou-se o exemplo mais palpável de como esse universo precisou se reinventar e, ao mesmo tempo, encontrar maneiras de contribuir para o enfrentamento da pandemia. Diariamente, artistas dos mais diversos estilos se apresentam para o seu público e se mobilizam em torno de doações em prol dos mais afetados pela Covid-19.

Até o momento, quem mais parece ter se destacado foi o sertanejo. A cantora Marília Mendonça, por exemplo, conseguiu fazer história ao alcançar a marca de mais 3 milhões de acessos simultâneos em sua live no YouTube. Por outro lado, diversos artistas também receberam críticas ao aglomerar pessoas durante as transmissões, como é o caso da dupla Jorge e Matheus.

Quem também precisou lidar com as consequências da pandemia foi o cinema, que não apenas adiou a estreia de diversos filmes, como também precisou paralisar diversas produções que já estavam em andamento. A pandemia também encurtou a vida útil de filmes que já estavam em cartaz, a exemplo do longa “O Homem Invisível”, que acabou chegando mais cedo que o previsto às lojas online.

Já as plataformas de serviços online ligados ao setor do entretenimento, como os canais de streaming e jogos, atravessam um momento peculiar. A loja digital Steam, por exemplo, conseguiu bater diversas vezes durante as últimas semanas seu recorde em acessos simultâneos, enquanto a Netflix surpreendeu o mercado com seu crescimento no número de assinantes.

Durante os três primeiros meses de 2020, a gigante do streaming conquistou quase 16 milhões de novos assinantes, registrando o melhor trimestre de sua história. Apesar disso, a empresa prefere conter a empolgação já que o crescimento é resultado das medidas de isolamento social e não deve se repetir no futuro. Além disso, o serviço também precisou suspender a produção de seus produtos originais, o que deve afetar seu ritmo de lançamentos pelos próximos meses.

Redação Tem


Você tem que estar por dentro!
Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades no seu e-mail