Ministro ironiza morte de vítima do coronavírus que era sogra de médico

"Minha sogra foi minha paciente. Minha segunda mãe. Ela faleceu", disse o médico.

Ministro zombou da dor de um médico, ao perder a sogra – Foto: Reprodução

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, ironizou o título de uma reportagem do jornal Folha de S. Paulo, sobre um médico cuja sogra era sua paciente e morreu por causa do coronavírus no Equador.

O título da matéria, é “Minha sogra foi minha paciente. Ela morreu, e eu não pude fazer nada’, conta médico”.

“Mais uma morte suspeita…”, escreveu Weintraub em seu Twitter.

Foto: Reprodução/Twitter

Mais tarde, a deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP) respondeu o tuíte do ministro: “Cala a boca, sem noção! Toma vergonha na cara e respeita um pouco as pessoas!

Foto: Reprodução/Twitter

Em seu depoimento ao jornal, o médico Stenio Cevallos fala sobre a situação que vive como profissional da saúde no país, com UTis lotadas por causa do coronavírus.

.

“Minha sogra foi minha paciente. Minha segunda mãe. Ela faleceu. Saiu uma vez só, para ir ao supermercado. E nunca tossiu, tinha febre, mal-estar, achamos que fosse dengue. Ficou grave, foi intubada e em cinco dias morreu. Sou o chefe da UTI e não pude fazer nada. Isso foi muito forte para mim”, relatou ele.

.

Segundo dados da Universidade Johns Hopkins, o Equador tem 10.850 casos de covid-19 e 537 mortos.

Redação Tem com UOL



Você tem que estar por dentro!
Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades no seu e-mail