Homem traído processa amante de sua esposa e recebe mais de R$ 3 milhões

Foto: Reprodução/WITN

Kevin Howard estava casado há 12 anos. Para ele o Matrimônio é um sacramento, e quando soube da traição, ficou arrasado. “É como saber que um membro da sua família morreu”. Algo devia ser feito. Isso não podia ficar assim. Nessas, alguns acabam matando alguém, mas ele usou a cabeça.

O homem processou o amante da esposa por “alienação de afeto”, e ganhou. Em alguns estados americanos isso é um crime, como no Hawaii, Mississippi, Novo México, Dakota do Sul, Utah e Carolina do Norte. O crime da “alienação de afeto” consiste em “interferir de propósito em um relacionamento marital”. Foi com base nessa lei que Howard processou o homem.

“Eu acredito na santidade do Matrimônio”, disse o homem após ganhar o processo.

Foto: Reprodução/WITN

Ele começou a descobrir o caso quando sua mulher aparentava estar estranha, e eles então começaram uma “terapia de casal”. Mas desconfiando que algo estava muito errado, contratou um investigador. “[O amante] era um colega do trabalho dela. Ele já veio na minha casa e jantou com a gente. Compartilhamos histórias e falamos de nossas vidas pessoais. Eu tomei ele como um amigo”.

Foto: Reprodução/WITN

A advogada de Kevin, Cindy Mills, disse que o réu riu ao ser informado do processo. “Eu disse: ‘você acha algo engraçado nesse processo?’, e ele disse: ‘sim…eu acho engraçado que seu cliente me processe por isso”. Porém, quem riu por último, riu melhor.

Há 30 anos como advogada, Cindy diz ter um caso desses por ano. A menor das indenizações que ela já conseguiu num caso assim foi de 60.000 dólares (247.000 reais, aproximadamente). A maior, 5.9 milhões de dólares (24.300.000 reais, aproximadamente).

Foto: Reprodução/WITN

Redação Tem com CNN


Você tem que estar por dentro!
Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades no seu e-mail