Filho de 15 anos é o suspeito de matar a mãe e esfaquear padrasto, diz polícia

Foto: Reprodução/Arquivo pessoal

A Polícia Civil e Criminalística investiga a morte de Shirley Bueno Silva, de 52 anos, e a tentativa de homicídio do esposo dela, Agnaldo Rosa. Ambos foram vítimas de golpes de faca na manhã desta quinta-feira (31) em um condomínio na Avenida das Américas, na região leste de Londrina. Aguinaldo foi Secretário de Obras do município de Londrina, na gestão do prefeito Barbosa Neto (PDT) e está internado em estado grave.

No local, moravam o casal e um adolescente de 15 anos, filho da mulher, que segundo informações iniciais, é o principal suspeito de cometer os crimes. Ele foi preso e encaminhado para a Central de Flagrantes.

O menino deve ficar sob custódia da Polícia Civil durante as investigações. 

Foto: Conexão Policial

A mulher foi encontrada morta na cama com perfurações pelo corpo. O padrasto estava ferido na sala, quando foi localizado.

O adolescente foi detido pela Patrulha Escolar enquanto caminhava até a escola.

O corpo de Shirley foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Londrina.

Redação Tem



Você tem que estar por dentro!
Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades no seu e-mail