Autor de colisão que matou família no PR, tem prisão preventiva decretada

Casal e a filha morreram no acidente – Foto: Reprodução/Arquivo pessoal

O delegado Dr. Aldair, de Ivaiporã, a 160 km de Londrina, converteu em preventiva, na tarde desta terça-feira (15), a prisão do motorista do veículo S-10, envolvido na tragédia que matou uma família na cidade. No acidente, pai de 21 anos, mãe de 22 e a filha do casal, de apenas 1 ano e meio, morreram na hora após o carro onde estavam ser atingido pela S-10 em alta velocidade.

Claudemir Érico Nardini, autor da colisão, empresário conhecido na cidade, foi preso em flagrante. Ele teria feito o consumo de bebidas alcoólicas antes do acidente, segundo registrou o etilômetro.

Acidente comoveu a cidade – Foto: Reprodução/ParanáCentro

Com a decisão, o acusado vai permanecer preso até o fim do inquérito policial.

Protesto

Uma manifestação convocada pelas redes sociais e liderada por amigos e familiares do casal, aconteceu nesta segunda-feira (14). Os manifestantes foram até a sede da Polícia Civil, para pedir justiça.

Gritando palavras de ordem, os participantes repetiram por várias vezes os nomes das vítimas. O acidente comoveu e revoltou toda a cidade.

A Polícia Civil de Ivaiporã abriu inquérito e deve indiciar o motorista por homicídio doloso e com a qualificadora de impossibilidade de defesa das vítimas.

Redação Tem



Você tem que estar por dentro!
Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades no seu e-mail