CMTU abre licitação para reforma do Terminal Central de Londrina

Foto: Divulgação/CMTU

A Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) lançou um processo licitatório com o objetivo de contratar uma empresa para a elaboração dos projetos, completos e aprovados, para reforma e ampliação do Terminal Urbano Central de Londrina.

O edital de licitação contempla a realização dos projetos de instalações hidráulicas e de impermeabilização; instalações elétricas, cabeamento estruturado, fibra ótica, alarmes, SPDA, sonorização e geração de energia com painéis fotovoltaicos. Os serviços incluem ainda laudo de estabilidade das estruturas existentes e projeto de estruturas metálicas, de estruturas em concreto armado e de fundações; mais projetos de prevenção a incêndios; ar condicionado e ventilação mecânica; e de sinalização e comunicação visual.

A abertura dos envelopes e a avaliação das propostas estão marcadas para o dia 15 de janeiro, a partir das 9h, na sede administrativa da CMTU, localizada na rua Professor João Cândido, nº 1.213, área central de Londrina. Podem participar da concorrência todos os interessados do ramo de atividade pertinente ao objeto licitado. O valor máximo do certame é de R$ 486.300,00 e o critério de classificação é o de menor preço total.

No montante estão incluídas todas as despesas diretas e indiretas decorrentes da confecção do projeto, como tributos, encargos sociais, trabalhistas, previdenciários, fiscais e comerciais incidentes. Também estão implicadas eventuais taxas de administração, frete, seguro e outras necessárias ao cumprimento integral do objeto do pregão.

Os detalhes do edital podem ser conferidos no site www.licita.cmtuld.org. Para tirar dúvidas sobre o conteúdo ou mesmo buscar informações complementares, os proponentes podem acionar a Gerência de Licitações e Suprimentos da CMTU, que atende no telefone (43) 3379-7945 e no endereço de e-mail [email protected].

Outras melhorias

A contratação da empresa encarregada dos projetos de reforma e ampliação do Terminal Central é mais um passo na modernização dos locais de integração do transporte coletivo em Londrina. As ações nessa direção foram iniciadas em junho de 2019, quando a prefeitura começou a reconstrução do Terminal Vivi Xavier.

Com cerca de R$ 5,2 milhões investidos com recursos provenientes do governo federal, a obra contou com ampliação de 1.500 m² na área total construída e envolveu a edificação de novos sanitários, fraldário, bicicletário e paraciclo.

Além disso, foram feitas cobertura metálica e de alvenaria, instalações elétricas e hidráulicas mais modernas, sistema de monitoramento por câmeras de segurança, salas administrativas, muros, gradis, piso tátil e rampas de acessibilidade.

Outra iniciativa do município, licitada com valor final de R$ 5,817 milhões, foi a reforma do Terminal Milton Gavetti, que começou em março de 2020 e deve ser finalizada nos próximos meses.

O planejamento, ainda, é reconstruir os terminais Central e Acapulco, e dar continuidade à recomposição do ramal viário formado pelas avenidas Francisco Gabriel Arruda, Winston Churchill e Rio Branco.

A entrega das obras do viaduto da Dez de Dezembro sobre a avenida Leste-Oeste, realizada em julho de 2020, também faz parte dos investimentos para melhorar a mobilidade urbana na cidade. As benfeitorias têm como propósito a implantação do Sistema de Transporte Urbano BHLS (Bus With High Level of Service).

Redação Tem com N.Com



Você tem que estar por dentro!
Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades no seu e-mail