Londrisul e TCGL recebem ordem serviço e tarifa do transporte deve subir

Valor da tarifa pode chegar a R$ 4,35

Foto: Reprodução

A Prefeitura de Londrina assinou na última quarta-feira (06) a ordem de serviço para que as empresas Londrina Sul (Londrisul) e Grande Londrina (TCGL) deem início às atividades do novo contrato para exploração do transporte coletivo na cidade. De acordo com o documento, as duas terão até 60 dias para iniciar o novo formato.

De acordo com a licitação aprovada, a TCGL poderia aumentar a tarifa em até R$ 4,35. No lote vencido pela Londrisul, a cobrança seria de no máximo R$ 4,24. Sendo assim, a previsão é de que a tarifa seja definida em R$ 4,30.

Apesar da média, as empresas ainda afirmam não saber qual será o preço da tarifa cobrada a partir de dezembro deste ano.

Contratos

As empresas assinaram um contrato de concessão de 15 anos, sendo que para a Londrisul o valor chegará a R$ 758 milhões e para a TCGL cerca de R$ 1,4 bilhões.

O lote 1 (TCGL) atenderá 65% da demanda, já o lote 2 (Londrinsul) ficará responsável por 35%.

Redação Tem


Você tem que estar por dentro!
Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades no seu e-mail