Procon de Londrina fiscaliza tempo de espera nas agências bancárias

Imagem: Tomaz Silva/Agência Brasil

O Núcleo Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor de Londrina (Procon) está realizando nesta semana, uma série de fiscalizações em agências bancárias da cidade, com o objetivo de verificar se os estabelecimentos estão cumprindo os prazos de atendimento estabelecidos por lei.

Segundo a legislação municipal, os clientes de bancos devem permanecer na fila de espera por, no máximo, 15 minutos em dias normais e 30 minutos em dias de maior movimento, como vésperas de feriado e datas de recebimento de salários. Caso essas regras sejam desrespeitadas, a Lei Municipal 13.360/2022 determina que os estabelecimentos podem ser multados em valores que aumentam gradativamente de R$ 5 mil, na primeira infração, até R$ 55 mil, a partir da quinta infração em diante.

Para averiguar se as regras estão sendo cumpridas, cinco fiscais do Procon e o presidente do órgão, Thiago Mota, vão vistoriar aproximadamente 30 agências bancárias de grande movimento no decorrer da semana. Os trabalhos se iniciaram ontem, em bancos localizados na Avenida Saul Elkind, e tiveram prosseguimento hoje (2), no Calçadão, sendo que a equipe também atuará em estabelecimentos localizados na Avenida Inglaterra e outras regiões.

Imagem: Emerson Dias/Ncom

Conforme o presidente do órgão, Thiago Mota, até o momento 15 bancos já foram visitados, dos quais quatro apresentaram tempos de espera superiores a 30 minutos. “Para fazer essa verificação, entramos nas agências e conversamos com os clientes, perguntando o seu horário de chegada e quanto tempo aguardaram até serem atendidos. Caso a espera ultrapasse o tempo permitido por lei, o banco é notificado, através de Termo de Fiscalização, para apresentar sua defesa em até cinco dias”, explicou.

Ainda segundo Mota, o tempo médio de espera na maioria das agências tem diminuído, graças a ações de conscientização promovidas anteriormente pelo Procon. “A maior parte dos estabelecimentos têm obedecido as regras, e estamos aproveitando essa ação para fornecer orientações relativas à legislação. Nossa meta é que o tempo de espera seja o mais breve possível para os cidadãos”, disse.

Redação Tem com Ncom



Você tem que estar por dentro!
Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades no seu e-mail