Ministro da Saúde rejeita isolamento vertical e pode ser demitido

Ministro diz que somente o isolamento social pode diminuir a curva e evitar colapso no sistema de saúde.

Ministro disse a aliados que não quer aceitar proposta – Foto: Reprodução

O ministro Luiz Henrique Mandetta disse a aliados que pretende manter seu posicionamento no sentido de recomendar que se mantenha o isolamento social generalizado, e não, “vertical”, ou seja, só de idosos e pessoas com doenças preexistentes, como defendeu Jair Bolsonaro (sem partido) nesta terça (24), segundo informa o site BR Político.

De acordo com esses interlocutores, se Bolsonaro exigir que o Ministério da Saúde reveja seu posicionamento, ele pode até mesmo deixar o cargo. Mas, por ora, a disposição do ministro é permanecer no posto, aponta ainda a reportagem.

Na avaliação de assessores, o ministro não quer endossar publicamente o pronunciamento do presidente e quer se “manter técnico”, embora Bolsonaro já tenha declarado nesta quarta (25), que pedirá a Mandetta que reveja o isolamento total.

O ministro já havia dito que somente o isolamento social pode diminuir a curva e evitar um colapso no sistema de saúde do país.

Nesta manhã, Jair Bolsonaro disse que pretende acabar com o isolamento total, recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e praticado por todos os países do mundo no enfrentamento à covid-19.

Redação Tem


Você tem que estar por dentro!
Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades no seu e-mail