Artistas de Rua lançam campanha para arrecadar alimentos em Londrina

MARL pede ajuda da população para identificar artistas e realizar a doação de cestas básicas.

Imagem: Divulgação

Em virtude deste cenário desolador, o Movimento de Artistas de Rua de Londrina (MARL), está realizando desde o dia 27 de março uma campanha de arrecadação de alimentos não perecíveis. O objetivo é se solidarizar por meio de cestas básicas para trabalhadoras e trabalhadores da cultura em situação de emergência, bem como comunidades diretamente impactadas pela pandemia da covid-19.

O movimento alerta em seus comunicados que a escassez de políticas públicas emergenciais efetivas que assegurem direitos essenciais para a sobrevivência desses artistas, da população em geral, coloca a todas e todos em risco, aumenta as desigualdades e as vulnerabilidades sociais. Dessa forma, a fome, dia após dia, tem se tornado uma realidade para uma parcela cada vez maior da população.

Nos primeiros dias da campanha, os alimentos arrecadados foram provenientes, em sua maioria, de doações realizadas durante o Feirão da Resistência e Reforma Agrária. Com essa primeira ação, foi possível distribuir de cerca de 10 kits de produtos. Como os produtos eram, em sua maioria, perecíveis, a ajuda na alimentação das pessoas beneficiadas foi garantida por no máximo uma semana.

Por isso, e para ampliar a quantidade de pessoas que poderão ser contempladas, o movimento está intensificando a campanha com a meta de arrecadar pelo ou menos 50 cestas básicas até o dia 10 de abril. Dessa forma, pretende-se garantir a alimentação destas famílias por um período maior de tempo.

A mobilização conta com duas frentes. Uma de captação de doações e outra de cadastramento de Artistas e Agentes Culturais que necessitam das doações.

A fim de otimizar a campanha, as contribuições podem ser realizadas de duas maneiras. Quem quiser doar alimentos (Cestas Prontas ou produtos em menor quantidade) pode fazer a entrega na Vila Cultural Canto do MARL (Av. Duque de Caxias, 3241). Quem preferir contribuir financeiramente, pode depositar pela Caixa Econômica Federal na Conta Poupança AMARL – OP 013 – AG 0394 – CONTA 440233-8. Para quem preferir contribuir via pix a chave é +5543996183783.

Na segunda frente da campanha, o cadastramento de agentes culturais contribuirá para o mapeamento quantitativo de pessoas da cultura que estão passando por dificuldades. Este cadastro pode ser feito via contato pelas redes sociais do MARL (Facebook do Movimento de Artistas de Rua de Londrina e Instagram @vempromarl) ou o/a agente cultural pode ir até o Canto do MARL, no horário de atendimento para se cadastrar e retirar a sua cesta.

“Sabemos que muitas destas pessoas que estão em dificuldades não têm acesso à internet. Por isso, é muito importante a mobilização de toda a comunidade londrinense na identificação destas pessoas impactadas pela pandemia. É de suma importância o estímulo à sociedade em geral para que contribua através das doações e também o incentivo ao cadastro dos artistas e agentes culturais  que necessitam desse amparo”, diz o MARL na divulgação.

A meta inicial é a distribuição de 50 cestas básicas até o dia 10 de abril.

Como contribuir

O movimento sugere a doação no valor equivalente ao custo de uma cesta (R$70,00) ou a quantia que puder ajudar.

Arrecadação

As arrecadações acontecem de de segunda a sábado das 9h às 15h (até dia 10/04) na Vila Cultural Canto do Marl, localizada na avenida Duque de Caxias, 3241.

Outras formas

O movimento também disponibiliza uma conta bancária para receber as doações. Caixa Econômica Federal: Conta Poupança AMARL / Operação: 013 / Agência: 0394 / Conta: 440233-8 ou pela chave Pix +5543996183783.

Quem desejar mais informações deve entrar em contato através do 43 3324- 4752 ou pelo e-mail [email protected].

Redação Tem com Assessoria



Você tem que estar por dentro!
Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades no seu e-mail