Campeonato Brasileiro da Série C pode começar dia 8 de agosto

O lateral-direito Pastor – Foto: Gustavo Oliveira/LEC

A equipe principal do Londrina Esporte Clube (LEC) deve estrear no Campeonato Brasileiro da Série C no início do mês que vem, em 8 ou 9 de agosto, segundo prevê o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Rogério Caboclo.

O presidente da CBF comentou que a terceira divisão nacional deve começar no mesmo fim de semana que a Série A e a Série B do Brasileiro também terão início. 

“Na Série A, houve um voto dissidente sobre o mando, mas nenhuma dúvida se a competição vai começar ou não dia 9 de agosto”, afirmou o presidente da CBF. “A Série B inicia no dia 8, na véspera. Definimos com a Série C que ela recomeçará na mesma data da [Série] B”, completou ao jornal.

Tanto o Tubarão Sub-19 quanto o Tubarão Sub-17 estão qualificados para a disputa da Copa do Brasil das respectivas categorias. Mas para estas competições, Rogério Cabloco não mencionou data para início.

O LEC estreia no Brasileiro da Série C contra o Criciúma. O jogo está previsto para acontecer no Estádio do Café.  

Competições

Uma das preocupações da CBF, segundo comenta o presidente da entidade, é com o ciclo de competições. Ciclo que precisa terminar necessariamente até outubro 2022, um mês antes do início da Copa do Mundo masculina, em novembro do mesmo ano, no Catar.

Dessa forma, os torneios nacionais de 2020 devem se estender até fevereiro de 2021. A partir daí, começariam já os campeonatos estaduais de 2021. 

Ainda conforme informou Rogério Caboclo, uma determinada partida só poderá ser realizada na cidade do clube mandante se houver autorização das autoridades sanitárias locais. Caso contrário, há uma proposta para que os clubes mandantes indiquem outras praças esportivas para mandarem as partidas. E pelo menos neste momento de pandemia, todos os jogos serão realizados com portões fechados. 

“Pensamos na segurança absoluta dos que viajam”, afirmou Rogério Caboclo. “O que nos dá segurança é que um projeto robusto foi feito não só pela CBF, mas por clubes, especialistas que nos deram seus pareceres para que oferecêssemos à apreciação do Ministério da Saúde um protocolo de retorno nacional. Com esse amparo, a CBF fará investimento para cumprir. Falo em trabalhar em vários sentidos para mostrar o quanto o futebol pode favorecer a retomada dessas atividades”, disse.  

No Paraná

Na última quinta-feira (02), o Governo do Estado do Paraná notificou vários municípios paranaenses para o cumprimento de medidas restritivas quanto à circulação de pessoas e reforçando a quarentena. O objetivo é evitar uma acelerada propagação do novo coronavírus.

A Secretaria de Estado da Saúde (SESA) notificou 134 municípios das regiões de Cascavel, Cianorte, Cornélio Procópio, Curitiba, Londrina, Foz do Iguaçu e Toledo com novas restrições de funcionamento de atividades econômicas pelos próximos 14 dias.

Dessa forma, atividades como treinos presenciais estão proibidas. Também não há perspectiva para retomada do Campeonato Paranaense, paralisado em março de 2020.

Também é desde março que a equipe principal alviceleste, as equipes de base e escolinhas de futebol estão com as atividades suspensas. Ainda sem projeção de calendário estadual, a equipe feminina alviceleste também não se apresentou para os trabalhos da temporada. 

Redação Tem com Assessoria



Você tem que estar por dentro!
Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades no seu e-mail