Liminar que obrigava volta às aulas presenciais na rede municipal é suspensa

Imagem: Vivian Honorato/Ncom

A liminar que determinava o retorno das aulas presenciais na rede municipal de Londrina foi suspensa pela Justiça, nesta sexta-feira (11), após uma audiência entre representantes da Prefeitura de Londrina e do Ministério Público.

O município defende que ainda não é momento para a volta das atividades na educação básica. Segundo a procuradoria jurídica da Prefeitura, a pandemia ainda é instável.

Na audiência, representantes da Prefeitura e do MP acordaram que a administração municipal deverá apresentar, no prazo de 30 dias, um plano de ação sobre o retorno das aulas futuramente.

No final do mês passado, o secretário de Saúde, Felippe Machado, chegou a ressaltar durante uma reunião na Câmara de Vereadores que Londrina está na iminência de uma terceira onda do novo coronavírus.

Nesta sexta-feira, a cidade registrou 888 novos casos em apenas um dia.

Redação Tem



Você tem que estar por dentro!
Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades no seu e-mail