Vídeo ironizando e-mails não respondidos da “Pifaizer” viraliza; assista

Imagem: Reprodução

Na última quinta-feira (10), um vídeo ironizando os mais de 50 e-mails da Pfizer não respondidos pelo governo de Jair Bolsonaro viralizou na internet. Em uma gravação de cerca de 3 minutos, o humorista “Esse Menino” interpreta representantes da farmacêutica tentando contato com o governo brasileiro.

Na primeira cena, o rapaz aparece em frente a um notebook digitando o “e-mail 1”. “Querido presidente Bolsonaro.. Não, presidente Bolsonaro. Não, Bolsonaro. Aqui quem fala é ela, a Pifaizer (Pfizer). Tá passada?”, diz “Esse Menino”, como se estivesse escrevendo ao presidente.

Sem respostas, a próxima cena já representa o terceiro e-mail não respondido por Bolsonaro. “Diga lá, Naro. Não tivemos notícias suas. Saiba que ainda é do nosso interesse fazer o Brasil de vitrine da imunização. Tal qual a abertura da novela ‘Belíssima’. O brasileiro está performando e Caetano [Veloso] ao fundo, vitrine para o mundo. Rimou. Aguardo notícias suas”, ironiza, citando a produção da Globo de 2005 cuja abertura era com atrizes se despindo de forma sensual ao som da música “Você É Linda”.

No sétimo e-mail sem respostas, “Esse Menino” já dá um tom impaciente ao “representante da Pifaizer”. “Olha, olha. Passando em sua rua o caminhão da vacina. Promoção de vacina saindo por 50% do valor só para vocês! A preço de custo. O gerente enlouqueceu. Não, sério. Ele não tá bem. Tá preocupado”, diz.

O comediante também ironiza que o valor que seria pago pelo Brasil era 50% do preço que a Inglaterra pagaria, pedindo que Bolsonaro não conte isso à rainha Elizabeth.

Em uma das últimas cenas, já no “e-mail 17”, o rapaz perde completamente a paciência, perguntando: “Vai responder não, put*? Por algum acaso você não consegue digitar enquanto ‘mama’ o ‘véio da Havan'”?, citando Luciano Hang.

Assista ao vídeo completo:

Via iG Brasil



Você tem que estar por dentro!
Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades no seu e-mail