Tiago Amaral deixa a vice-liderança do Governo após discordar de decreto

Foto: Orlando Kissner/Alep

O deputado estadual Tiago Amaral (PSB) comunicou neste sábado (04) que deixa a vice-liderança do Governo na Assembleia Legislativa do Paraná, após discordância com o decreto estadual determinado na última semana.

Segundo o parlamentar, a clara posição de que a delegação de competência e responsabilidade para as prefeituras seria a melhor medida a ser tomada nesse momento, e não havendo por parte da Secretaria Estadual de Saúde uma mudança de entendimento nesse sentido, ele deixa a vice-liderança, por discordar da posição tomada pela governo. “A competência e responsabilidade devem ser repassadas aos municípios”, disse o deputado.

“Considerando que as decisões foram tomadas pelo Governo do Estado exclusivamente por determinação da Secretaria Estadual de Saúde, sem qualquer consulta ou comunicado à Assembleia Legislativa do Paraná e aos parlamentares, considerei que a posição de deixar a vice-liderança é a mais adequada nesse momento”, explica o deputado.

“Reconheço a grave crise que a pandemia trouxe no Brasil e que devemos manter os cuidados para evitar mais mortes”, disse o parlamentar.

“Agradeço ao governador Ratinho Junior, a quem tenho profundo respeito, a confiança por ter me indicado como vice-líder do Governo”, completou.

O parlamentar divulgou um vídeo nas redes sociais explicando a saída:

Os deputados Tiago Amaral (PSB) e Tercilio Turini (Cidadania) encaminharam um documento ao Governo do Paraná para dar força mais uma vez à solicitação de alteração no decreto, pedindo apara delegação de competência e responsabilidade aos prefeitos que assim o desejarem.

Redação Tem com Assessoria



Você tem que estar por dentro!
Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades no seu e-mail