Vacinação contra gripe acontece neste sábado em Londrina

Neste sábado (27), três unidades escolares serão os pontos da última ação ampliada.

Foto: Reprodução

Com foco prioritário em imunizar crianças, gestantes e puérperas, grupos que estão com baixa cobertura de vacinação contra a gripe em 2020, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) promove a última ação ampliada neste sábado (27), das 8h às 14h, em três unidades escolares de Londrina. Cerca de 13 mil doses serão destinadas, e apenas podem participar aqueles que realizarem o agendamento virtual pelo Portal da Prefeitura. Neste dia, bem como nos outros restantes da campanha, ainda poderão receber a dose da vacina pessoas inseridas em todos os outros grupos anteriormente atendidos nas etapas anteriores, incluindo portadores de doenças crônicas não transmissíveis, adultos de 55 a 59 anos, professores, pessoas com deficiência, entre outras categorias previamente definidas.

A campanha de vacinação contra a gripe termina no dia 30 de junho. Até o momento, mais de 148 mil pessoas foram imunizadas no município. No sábado (27), os pontos de atendimento serão novamente o Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Valéria Veronesi (Super Creche), na região central, além das escolas municipais José Garcia Villar (leste) e Professor Moacyr Teixeira (norte).

A diretora de Vigilância em Saúde do Município, Sônia Fernandes, enfatizou que, apesar de as vacinas também estarem disponíveis a pessoas dos outros grupos nessa reta final, a intenção principal agora é continuar vacinando o maior número possível de crianças (seis meses a menores de seis anos), gestantes e puérperas, que ainda estão com índices abaixo das metas estipuladas pela Saúde do Município.

Segundo Fernandes, para grupos como trabalhadores da saúde a cobertura chegou a 130% em relação à meta traçada, e o alcance foi de 115% junto aos idosos. “Por outro lado, temos apenas 42% de vacinados entre crianças, 36% entre gestantes e 25% relativos a puérperas. Os adultos, de 55 a 59 anos, também registram hoje procura de apenas 33%. Por isso, reforçamos a importância, pedindo que essas pessoas aproveitem o prazo estendido da campanha, até dia 30 de junho, e procurem o serviço para se imunizar contra a gripe”, salientou.

A vacina contra a gripe também é ofertada para pessoas acima de 60 anos, adultos de 55 a 59 anos, profissionais da saúde, pessoas com deficiência, portadores de doenças crônicas não transmissíveis, caminhoneiros, motoristas do transporte coletivo, profissionais das forças de segurança e salvamento, professores das escolas públicas e privadas, e povos indígenas. “Muitos desses grupos foram criados para serem atendidos pela primeira vez em 2020 e, portanto, sem uma meta específica a ser cumprida. Até agora, foram quase 30 mil vacinas aplicadas entre todos eles. A procura está variando conforme o volume das categorias, mas, de forma geral, não é possível ainda mensurar ou estabelecer qualquer comparativo”, detalhou Fernandes.

Os agendamentos on-line para este sábado (27) podem ser feitos até a tarde de sexta-feira (26), por volta das 16h, período quando a equipe da SMS fecha as inscrições para gerar o relatório das atividades. Além do comprovante de agendamento, no dia da vacinação é necessário levar documento de identidade com foto e carteira de vacinação. Aos profissionais, é pedido declaração ou documento para comprovar vínculo de emprego, sendo aceitos itens como holerite, carteira de órgão de classe, crachá, entre outros.

Durante a semana, as Unidades Básicas de Saúde (UBSs), exceto as de atendimento exclusivo para Covid-19, também oferecem as doses das vacinas contra a gripe, e de agenda eletiva, conforme a disponibilidade de cada local. O serviço só está sendo ofertado mediante agendamento prévio, diretamente por telefone com as unidades.

Números

Em 2020, a campanha de vacinação contra a gripe imunizou 148.101 pessoas. Receberam a vacina 75.763 idosos, acima da meta de 65.622, ou seja, alcançando índice de 115% de cobertura. Foram 22.100 profissionais da saúde vacinados, quantidade que perfaz 134% de índice em relação à meta inicial de 16.487 doses para serem cumpridas.

Já para crianças de seis meses a menos de seis anos, o índice atual é de 42%, com 15.196 das 36.112 doses realizadas. No grupo de gestantes, foram alcançadas 1.917 das 5.259 doses estipuladas. E levando em conta as puérperas, o índice é de 25%, com 218 das 864 doses previstas. Todos os outros grupos prioritários, somados, totalizam 28.764 doses de vacina realizadas.

Sobre a vacina

Por meio da campanha, é fornecida a vacina trivalente, que protege contra os três subtipos mais comuns do vírus Influenza. Atualizada anualmente, a versão da vacina previne o contágio pelos subtipos que mais circularam no hemisfério sul, incluindo o H1N1. Além das medidas de higiene e etiqueta respiratória, a vacina é a forma mais eficaz de prevenção contra influenza.

Redação Tem com N.com


Você tem que estar por dentro!
Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades no seu e-mail