Saiba quanto custa ir à Copa da Rússia de última hora

O buscador de voos Viajala.com.br fez uma pesquisa para saber quanto custa financiar esse plano de última hora.

Em março, a Fifa anunciou quais são os países que mais buscam ingressos para a Copa do Mundo de 2018 e o Brasil ocupa o terceiro lugar, atrás apenas do dono da casa e, acredite, da Colômbia(!).

Segundo dados do Viajala, que analisou as buscas de voos de seus mercados na América Latina (Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Peru e México) com destino à Rússia entre junho e julho, período da Copa, a Colômbia registrou um aumento de 4.700% na procura, se comparado a outros meses de 2018. Enquanto isso, o aumento da procura dos brasileiros foi de 2.600%, pouco mais da metade.

Rússia 2018 – Foto: Divulgação

O evento acontece entre 14 de junho e 15 de julho, em Moscou, São Petersburgo e outras nove cidades russas. Muitas agências de turismo comercializam pacotes completos para a experiência de Copa do Mundo, normalmente a preços bem salgados, que incluem entradas VIP, passagens internas entre as cidades e outras facilidades.

Mas se você decidiu ir para a Rússia de última hora e por conta própria, é importante começar do começo: os ingressos. Sim, ainda há ingressos disponíveis, embora as partidas mais concorridas, de seleções campeãs, já estejam esgotadas online. Ainda assim, na fase de grupos, há ingressos a partir de US$210 e para as quartas-de-final, a partir de US$ 365.

Para fazer a reserva, primeiro tem que entrar no site da FIFA, em World Cup, e clicar em Ticketing, que é a seção de venda de ingressos. Registre-se no site para entrar em uma fila, que pode durar de poucos minutos e uma hora, dependendo da demanda no momento em que você conectar. Quando chegar a sua vez, você tem 10 minutos para entrar no site, por isso é bom ficar atento. Logo em seguida, você já está na página dos ingressos. Quando houver apenas barrinhas cinzas nas opções do jogo, significa que não há ingressos disponíveis. Mas barrinhas amarelas, vermelhas e verdes mostram as categorias de ingressos que ainda estão à venda.

A partir daí, está na hora de considerar outros gastos, mais altos: passagem e hospedagem. Pesquisas de preço do Viajala mostram que voar de São Paulo para Moscou entre junho e julho fica, atualmente, entre R$ 5.000 e R$ 7.000. As passagens para a Rússia já costumam ser caras normalmente, mesmo na baixa temporada, e há um boom nesse período concorrido.

Construção histórica em Moscou, capital da Rússia – Foto: Internet

Como não existe voo direto até a capital russa e você terá que fazer uma escala de qualquer forma, dá para tentar combinar um voo direto mais barato saindo do Brasil para outro destino europeu, como Espanha, Portugal ou França, com outro voo “doméstico”, de empresa aérea local, do local até Moscou. Fazendo essa combinação, a economia pode ficar entre R$1.000 e R$4.000. Quem já tem viagem marcada para outro destino europeu entre junho e julho também pode aproveitar essa dica e dar uma esticada até o país da Copa.

Para a hospedagem, há que garimpar uma boa opção que saia em conta, afinal, é altíssima temporada e há gente do mundo inteiro lotando os hotéis e hostels russos. Mesmo assim, é possível encontrar opções boas e bem avaliadas no centro de Moscou, por exemplo, com diárias para duas pessoas a partir de R$500, mesmo de última hora. Quem topa ficar em hotéis ou hostels mais simples e mais distantes do centro, encontra opções razoáveis a partir de R$ 300, o que não deixa de ser uma pechincha no período. No Airbnb, as opções são diversas, dos mais distintos tipos, a preços ainda mais em conta, a partir de R$ 100 a diária para casal em várias datas.

Se você conseguir hospedagem e passagem, mas acabar ficando sem ingresso, não desanime. A Rússia vai estar respirando futebol e festa por todos os lados durante um mês. Aproveite para conhecer o país no seu momento mais efervescente e animado, participe das festas de rua, assista os jogos nos gigantes telões das Fan Fests de graça. Dentro ou fora do estádio, a experiência será inesquecível.

Com informações do Catraca Livre


Você tem que estar por dentro!
Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades no seu e-mail