Doses de vacina anti-covid chegam à Londrina até o final do mês

Início da vacinação é previsto para 25 de janeiro no Paraná, em trabalhadores que atuam na área da saúde.

Foto: Reprodução

A Prefeitura de Londrina deve receber até o final de janeiro, cerca de 6 mil doses da vacina contra o coronavírus, que será distribuída pelo Ministério da Saúde aos estados e municípios. Cerca de 100 mil doses devem ser enviadas ao Paraná.

Com este número, seria possível imunizar apenas metade dos trabalhadores da saúde no município, assim, a prioridade deverá ser os profissionais que atuam na linha de frente contra a doença. A cidade tem quase 12 mil pessoas que trabalham na área da saúde.

A previsão é de que a vacinação se inicie dia 25 de janeiro no Paraná. Já a Prefeitura de Londrina ainda não manifestou uma data para o início, mas a possibilidade é iniciar a aplicação junto com o estado.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a capacidade de armazenamento da cidade é de 250 mil doses da vacina.

A Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) deve anunciar a aprovação ou não dos imunizantes, no próximo domingo (17).

Butantan

O prefeito Marcelo Belinati (PP) esteve no Instituto Butatan nesta quarta-feira (14) onde firmou o acordo para a aquisição de doses da Coronavac. Entretanto, como o Governo Federal comprou todo o estoque desenvolvido, ainda não há prazo para o envio do imunizante por compra direta da prefeitura.

Segundo o contrato, as vacinas podem ser enviadas ao município de janeiro até maio.

Redação Tem



Você tem que estar por dentro!
Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades no seu e-mail