Maioria dos infectados por coronavírus em Londrina são jovens

Até o momento, 12 londrinenses entre 20 e 39 anos perderam a vida.

Imagem: Reprodução

O boletim epidemiológico do coronavírus em Londrina mostra que a maioria dos casos registrados na cidade, estão entre os jovens. Desde o início da pandemia, 11.880 contaminados estão na faixa etária de 20 a 39 anos, o que representa 43,74% do total de casos confirmados, ou seja, quase metade dos registros de covid-19 no município. Se for somado, o número de crianças, adolescentes e jovens entre zero e dezenove anos, o número passa para 51,93% dos casos.

Até o momento, 12 londrinenses entre esta faixa etária já perderam a vida lutando contra a doença no município.

Apesar de estatisticamente sofrerem menos com a doença, são os maiores transmissões do vírus, já que possuem uma vida ativa maior que as demais idades. Segundo o infectologista Francisco Sanchez, os jovens ficam mais expostos a levar a doença para casa. “Dizem que os idosos precisam se cuidar, né? Mas na realidade, os jovens que necessariamente devem ter cuidados redobrados, afinal permanecem mais tempo expostos ao vírus e possuem uma falsa sensação de que a doença não os atinge. Dessa forma, alguns não seguem as medidas de prevenção e acabam transportando o coronavírus não só para suas casas, mas também para outras residências. Podem levar o vírus para seus pais, seus avós, tios, que não possuem, em alguns casos, a mesma imunidade”, comenta o especialista.

Ele afirma que medidas restritivas e preventivas são importantes. “Tais medidas são significativas para o controle da transmissão viral. Infelizmente, se não há conscientização por parte de algumas pessoas, o poder público precisa agir evitando estes locais e focos de aglomeração”, finaliza.

Redação Tem



Você tem que estar por dentro!
Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades no seu e-mail