‘Escolas estaduais não têm estrutura para volta às aulas presenciais’, diz APP

Em apenas dois dias, escolas já precisaram ser fechadas devido a casos de contaminação.

Imagem: Reprodução

Com a proximidade do retorno das aulas presenciais no Paraná, decretado pela Secretaria Estadual de Educação para o próximo dia primeiro de março, os professores da rede estadual de ensino estão com indicativo de greve aprovado. Quando questionado sobre o motivo da decisão, o presidente da APP Sindicato de Londrina, Márcio André Ribeiro, é direto: “Não há condições de voltar às aulas presenciais neste momento, sem vacina, sem segurança. Hoje, não tem funcionário nas escolas nem para fazer a limpeza mínima, que dirá para dar conta do trabalho de desinfecção”, relata.

O professor comenta que a categoria também deseja voltar com as atividades presenciais, mas que, para isso, é preciso um cenário seguro para toda a comunidade escolar. “Sabemos que o sistema remoto não é o ideal, mas, neste momento, é possível continuar desse jeito visando o bem maior que é manter a segurança de todos”.

Professor Márcio André, presidente de APP – Imagem: Reprodução

Segundo Ribeiro, em apenas dois dias de atividades pedagógicas nas escolas – os professores tiveram que voltar na semana passada como forma de se prepararem para receber os alunos – já foram registrados casos de contaminação em diversas cidades do estado. “Aqui em Londrina, já tivemos alguns colégios fechados em função disso [de contaminação]. Tivemos casos em que os professores positivaram e podem ter passado para os colegas durante essas reuniões. A APP está fazendo um levantamento para saber exatamente o número de escolas fechadas devido a casos positivados no Paraná”.

Além disso, o professor faz questão de frisar a piora do momento epidemiológico com superlotação de leitos, aumento no número de mortes diárias, a circulação de uma nova cepa do coronavírus mais contagiosa e a falta de vacinas para imunizar a população.

Fiama Heloisa - Redação Tem



Você tem que estar por dentro!
Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades no seu e-mail