Moradores de SP coletam água preta de chuva em dia que a cidade ficou sob nuvem escura

Moradores da capital paulista e da Grande São Paulo coletaram água da chuva de cor escura e com cheiro de queimado após nebulosidade intensa que encobriu a cidade por volta das 15h da segunda-feira (19)

Foto: Leandro Matozo

A cor da chuva pode ter sido alterada pela presença de partículas de fumaça na atmosfera, segundo a meteorologista Beatriz Oyama, do Instituto de Energia e Meio Ambiente (Iema).

Segundo o site de notícias do Globo o repórter cinematográfico Leandro Matozo, da GloboNews, coletou a água que parece conter fuligem em baldes no quintal da casa onde mora, em São Mateus, na Zona Leste da capital. Nas redes sociais, moradores de outros bairros das zonas Leste e Sul da cidade também postaram imagens da água com cor escura coletada na tarde de segunda. Um morador de Santo André e outro de Mauá, no ABC paulista, também registraram a água preta que coletaram da chuva.

A Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), responsável pelo controle de qualidade do ar no estado, disse que não houve anormalidade de partículas no ar nesta segunda-feira e que não é possível determinar se, de fato, choveu fuligem na capital. No boletim diário da Cetesb as estações medidoras na região metropolitana de São Paulo apontam condições boas ou moderadas durante a tarde da segunda-feira.

Redação Tem com Portal do Holanda


Você tem que estar por dentro!
Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades no seu e-mail