Arquidiocese de Londrina mantém missas suspensas até dia 15 de junho

Foto: Reprodução

A Arquidiocese de Londrina manteve a realização de missas presenciais suspensas até o dia 15 de junho, mesmo com a autorização do Governo do Estado e da Prefeitura de Londrina. De acordo com a igreja, a suspensão dos cultos com a presença de fiéis visa contribuir com o combate ao coronavírus no município.

A instituição enviou uma nota explicando a decisão, e ressalta, que as igrejas da cidade seguem abertas para atendimentos individuais.

Um decreto do prefeito Marcelo Belinati (PP) autorizou a reabertura de igrejas e templos da cidade, na última quinta-fera (21).

Leia a nota na íntegra:

Considerando a reunião do Clero da Arquidiocese de Londrina por videoconferência, no dia 22 de maio de 2020, na qual discutimos as medidas a serem tomadas em relação à reabertura das igrejas para missas presenciais;

Considerando termos ouvido não apenas o clero, mas também especialistas que atuam em Londrina e regiãoe consultado a Resolução da SESA nº 734/2020 e o Decreto da Prefeitura Municipal de Londrina nº 602/2020; Considerando o nosso papel de ajudarmos os poderes públicos a superaremas dificuldades que se apresentam nos nossos tempos;

Considerando os números nada favoráveis em Londrina, especialmente no aumento de casos de infectados, sem um controle efetivo do vírus;

Considerando que os hospitais de Londrina são referência para muitos municípios da região e estão com percentagem alta de ocupação;

Considerando o intenso trânsito de pessoas que existe entre as cidades que fazem parte da Arquidiocese;

A Arquidiocese de Londrina comunica que as Missas com a presença de fiéis continuam suspensas em toda a Arquidiocese, inclusive nas paróquias dos outros municípios, até o dia 15 de Junho de 2020, quando reanalisaremos a questão. Secretarias e igrejas continuam abertas para atendimentos individuais e orações pessoais.

Vamos continuar mantendo esta cooperação das comunidades católicas com a Vigilância Sanitária e a sociedade em vista da vida para todos, especialmente dos mais indefesos. Prestemos atenção às medidas de higiene indicadas pelas autoridades para o atendimento seguro das pessoas. Continuemos alimentando a fé do nosso povo com o anúncio da Palavra de Deus, Celebrações Eucarísticas online, a devoção a Nossa Senhora, a Igreja Doméstica, a Comunhão Espiritual e a Caridade.

Redação Tem


Você tem que estar por dentro!
Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades no seu e-mail