Sercomtel sobe no ranking das 100 maiores empresas de telecomunicações

Telecom e Contact Center pontuam em pesquisa nacional. Dados do Anuário Telecom 2019 mostram desempenho das empresas no ano passado

 Foto: Divulgação

A Sercomtel Telecom e a Sercomtel Contact Center estão entre as 100 maiores empresas do Brasil no segmento de telecomunicações e melhoraram seu desempenho, como aponta o “Anuário Telecom. 2019”, publicado pela Fórum Editorial. As duas, que são vinculadas à Prefeitura de Londrina, estão em 48º e em 83º lugar, respectivamente, cada uma delas subindo uma posição em relação ao ano anterior.

Os dados do anuário deste ano foram coletados em cima dos números do ano de 2018. A Fórum Editorial, com sede em São Paulo, faz a tradicional pesquisa desde 1991 e avalia as empresas do segmento telecom que atuam com oferta de produtos e serviços.

O Anuário Telecom compara as empresas, dentre outros fatores, pela evolução de sua receita líquida, uma vez que as vendas líquidas são o critério de avaliação mais adequado: são aquelas que, efetivamente, entram nos cofres das empresas.

A Sercomtel Telecom foi avaliada no segmento “Serviços de Telefonia Fixa”, área que no Brasil teve uma receita líquida de R$ 25,4 bilhões (18% do mercado). Neste segmento, dentre as 100 maiores empresas de telecom, a Sercomtel Telecomunicações classificou-se em 2º lugar do país, atrás apenas da empresa Oi.

Já a Sercomtel Contact Center, que está se transformando no Centro de Tecnologia e Desenvolvimento, foi analisada no segmento “Serviços de Call Center”, área que no Brasil teve uma receita líquida de R$ 7 bilhões (5% do mercado). Neste segmento, classificou-se em 4º lugar do país, atrás das empresas Atento, Almaviva e AeC.

Receitas

A Fórum Editorial utilizou 19 indicadores para montar o quadro nacional das atividades de produtos e serviços na área das telecomunicações. São quesitos como receitas, patrimônios, lucros, ativos, giros dos ativos, rentabilidade, liquidez e despesas, entre outros.

No ano passado, por exemplo, a Sercomtel Contact Center teve uma receita líquida de R$ 17,4 milhões, obtendo um crescimento líquido de 0,5% em relação ao ano anterior. Enquanto que a Sercomtel Telecomunicações, passou de um prejuízo de R$ 4,4 milhões em 2017 para um lucro de 1,7 milhão em 2018, possibilitando que a empresa melhorasse sua posição no Anuário.

No geral

Segundo a publicação da Fórum Editorial, o fraco desempenho do PIB, o esfriamento do consumo e as altas taxas de desemprego impactaram a performance da indústria de telecomunicações no Brasil em 2018. O setor registrou um crescimento nominal de 2,38%, passando de R$ 165,9 bilhões em 2017 para R$ 169,9 bilhões em 2018.

Descontada a inflação de 3,75% do ano passado, porém, o resultado é um encolhimento de 1,32%. Em dólares, o mercado sofreu um baque ainda maior: foi de US$ 51,9 bilhões em 2017 para US$ 46,4 bilhões em 2018, queda de 10,47%, que se deve à valorização de 14,25% do dólar frente ao real no ano passado.

Redação Tem com N.com


Você tem que estar por dentro!
Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades no seu e-mail