Londrina: farmácias já registram falta de testes para detectar covid-19

Imagem: Clevis Massola/SESA

Farmácias e laboratórios de Londrina já começam a ficar sem testes para detectar o novo coronavírus, devido a alta demanda de exames nos últimos dias. Diversos pacientes informaram nesta quinta-feira (13), que algumas unidades chegaram a suspender os agendamentos para testagem.

Os testes mais procurados são o exame de antígeno, que analisa o resultado em poucas horas, e o teste padrão ouro RT-PCR, que pode levar mais de 24 horas para a conclusão do resultado.

Devido a grande procura nas últimas semanas, todo o país poderá registrar a falta de insumos para a produção dos exames. “Não é possível mensurar nesse momento até quando poderemos atender, mas há um risco real de desabastecimento”, disse Wilson Shcolnik, presidente do conselho da Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica (Abramed).

Conforme o último boletim epidemiológico do coronavírus, Londrina registrou 665 novos casos das últimas horas e monitora 2.176 casos ativos da doença.

Testes rápidos

O Ministério da Saúde divulgou, nesta quinta-feira (13), por meio do Plano Nacional de Expansão da Testagem para Covid-19 (PNE-Teste), a distribuição de mais 786.511 testes rápidos de antígenos nos próximos dias ao Paraná. A remessa, no entanto, ainda não tem data confirmada para envio.

Os testes são feitos em pessoas sintomáticas com suspeita de Covid-19, contatos de casos suspeitos ou confirmados e que tenham maior risco de contaminação.

Redação Tem



Você tem que estar por dentro!
Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades no seu e-mail