Vacina da Índia chega à Londrina; cidade recebe 6.400 doses

Novo lote pode começar a ser usado ainda nesta segunda, estima Secretaria de Saúde.

Foto: Gilson Abreu/AEN

Um novo lote de vacinas contra a covid-19 chega neste domingo (24) em Londrina. Desta vez, a cidade recebe as doses desenvolvidas pela Universidade de Oxford em parceria com o Laboratório AstraZeneca, produzidas na Índia. A 17ª Regional de Saúde, que atende Londrina e mais 20 municípios, recebe 8.920 doses da vacina. Só em Londrina, devem ficar cerca de 6.400 doses.

Após o desembarque no aeroporto, as caixas com as doses serão encaminhadas até a Central de Abastecimento Farmacêutico de Londrina (Centrofarma). Lá, elas são conferidas, separadas e distribuídas para as outras 20 cidades que compõem a regional.

As vacinas da AstraZeneca, desenvolvidas em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), chegaram ao Paraná neste sábado (23), por volta das 23h30, no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. Segundo o Ministério da Saúde, foram destinadas ao Paraná 86.500 doses do imunizante.

Já na manhã deste domingo (24), o governo do estado começou a distribuição dos lotes para as 22 regionais de saúde do Paraná. A estimativa do governo é que todas as 86.500 doses sejam distribuídas em menos de 12 horas, estimando o início da vacinação nos municípios para as 8h desta segunda-feira (25).

Vacinação em Londrina

Com a chegada de mais este lote, a expectativa da Secretaria Municipal de Saúde é começar a usá-lo para vacinação entre a tarde desta segunda-feira (25) e a manhã de terça (26).

Por enquanto, continuam sendo vacinadas as pessoas que fazem parte do primeiro grupo do Plano Municipal de Vacinação: trabalhadores da saúde, começando por aqueles que atuam na linha de frente do combate à pandemia, e idosos que moram em asilos.

Até a última sexta-feira (22), mais de quatro mil profissionais já haviam sido imunizados com a primeira dose. O público alvo inicial soma, ao todo, 26 mil pessoas entre profissionais de saúde e idosos em asilos.

Redação Tem



Você tem que estar por dentro!
Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades no seu e-mail