Projeto Arte Educação leva atividades culturais para acolhidos em isolamento social

Evento irá ocorrer nos espaços de acolhimento emergencial.

 Foto: Associação Londrinense de Circo

A Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS) desenvolve o Projeto Arte Educação, em todas as unidades de Proteção Social Especial, como o Centro POP, CREAS, serviços de acolhimento institucional e outros. Um dos parceiros deste projeto, a Associação Londrinense de Circo, vai promover, nesta sexta-feira (24) e sábado (25), um evento especial nos abrigos emergenciais para acolhimento da população em situação de rua. Será a segunda edição do Conexão Cidadã.

O objetivo dessa edição do Conexão Cidadã é fortalecer a saúde mental e o emocional das pessoas que estão nestes locais, totalmente isoladas do convívio externo, disse a secretária.

Os locais onde serão realizadas as atividades do Conexão Cidadã receberão o evento na sexta-feira (24), um às 9 e outro às 14 horas, e no sábado (25), novamente às 9 horas. Estes espaços de acolhimento emergencial foram viabilizados mediante parceria da Prefeitura com a Arquidiocese de Londrina.

A secretária municipal de Assistência Social detalhou que as pessoas acolhidas nestes locais participam de oficinas, organização, manutenção e limpeza dos ambientes, recebem atendimento do Consultório na Rua, entre outras ações.

No total, cerca de 120 pessoas, entre acolhidos e equipe técnica da SMAS, devem conferir as apresentações ao ar livre, realizadas tendo um ônibus como palco. A programação inclui arte circense, dança, teatro, graffiti, além de jogos e brincadeiras, como capoeira, futebol, e cuidados de estética.

As apresentações culturais serão conduzidas por arte-educadores, que têm recebido orientações e treinamentos constantes sobre a gestão de riscos devido ao COVID-19, e vão utilizar todas as medidas de proteção e higienização necessárias, além de manter os usuários em distância segura uns dos outros.

A primeira edição do Conexão Cidadã ocorreu em março, no Jardim Novo Perobal. A expectativa é que o projeto ocorra a cada dois meses, com mais seis edições até novembro deste ano. E, semanalmente, a Associação Londrinense de Circo está nas unidades de Proteção Social Especial, realizando oficinas com os usuários.

Redação Tem com N.com


Você tem que estar por dentro!
Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades no seu e-mail