Professores aprovam greve a partir de 18 de fevereiro no Paraná

Governo do Paraná anunciou aulas presenciais com início em 28 de fevereiro.

Foto: Reprodução/AEN

Os profissionais de educação do Paraná aprovaram neste sábado (23), uma greve geral a partir do dia 18 fevereiro em todo estado. Cerca de mil trabalhadores participaram da assembleia convocada pela APP-Sindicato.

De acordo com a APP, os educadores são contra o modelo híbrido proposto pelo governo estadual e anunciado na última semana. Os trabalhadores dizem que o governo não debateu com a categoria e a comunidade escolar sobre o método que será utilizado no retorno das aulas e temem a falta de estrutura necessária para o retorno das atividades em segurança.

Professores e funcionários também questionam outras ações, segundo eles, a terceirização de funcionários, suspensão da reposição salarial do acordo da greve de 2015, congelamento das carreiras e implantação de escolas militares.

A Secretaria de Educação e Esporte (SEED) anunciou o retorno das aulas presenciais nas escolas estaduais para o dia 28 de fevereiro.

Redação Tem



Você tem que estar por dentro!
Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades no seu e-mail