Receita Federal doa equipamentos eletrônicos apreendidos à UEL

Os equipamentos serão emprestados aos alunos para que possam cumprir com as atividades remotas.

Foto: Agência UEL

A Delegacia da Receita Federal de Londrina entregou à Universidade Estadual de Londrina, nesta terça-feira (04), um lote de mercadorias apreendidas que deverão beneficiar estudantes de graduação nas atividades remotas, iniciadas no final de junho. Entre os equipamentos estão: 1.131 smartphones, 135 tablets e 10 notebooks. A mercadoria é avaliada em R$ 961,5 mil. Todos os materiais deverão passar por uma avaliação das condições técnicas, serão patrimoniados e posteriormente repassados aos estudantes como empréstimo por comodato.

Levantamento feito pela Pró-reitoria de Graduação (Prograd), com 95% dos cerca de 13 mil estudantes de graduação, demonstrou a necessidade de amparo a 1.639 estudantes que não têm acesso à internet ou que dispõe de uma rede de baixa de qualidade. Segundo o levantamento, 978 acadêmicos não tem equipamentos ou utilizam computador ou tablet de forma compartilhada.

O Delegado da Receita Federal, Reginaldo Cezar Cardoso, confirmou que o lote doado é o maior já repassado à uma Instituição local nos últimos meses. Ele explicou que todos os equipamentos foram apreendidos dentro dos esforços das equipes da Delegacia de Londrina e que a proposta de doação vem ao encontro da visão da Receita de destinar equipamentos para parceiros com finalidade social. “A educação tem de ser valorizada. Entendemos que os equipamentos servirão para o aluno ter acesso a um ensino de qualidade e que conseguimos colaborar um pouco nesse processo”, comentou o delegado.

Redação Tem com Agência UEL



Você tem que estar por dentro!
Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades no seu e-mail