Conselho do Londrina autoriza parceria com SM Sports até dezembro

Tubarão pode desembolsar cerca de R$ 1 milhão com parceria.

Foto: Reprodução

O Conselho de Representantes do Londrina Esporte Clube (LEC) deliberou na noite desta sexta-feira (06), a continuidade da parceria com a empresa SM Sports, comandada pelo empresário Sérgio Malucelli, até o final deste ano. Conforme aprovado, o Tubarão enviou uma contraproposta para investir cerca de R$ 1 milhão até o fim da temporada.

Embora o contrato já garantisse a continuidade da concessão até dezembro de 2020, no última semana, Malucelli havia pedido formalmente, um apoio financeiro para gerenciar o futebol durante o Campeonato Brasileiro da Série C, que começa no mês de maio.

Após um amplo debate entre os membros do Conselho, em uma reunião que chegou a durar três horas, a parceria teve a continuidade firmada. Embora a maioria dos presentes fossem contra a decisão, prevaleceu o entendimento de que é necessário manter a parceria até o final do prazo.

Uma comissão temporária foi montada para dar sequência com as negociações entre o clube e a SM Sports.

Para confirmar a deliberação, a diretoria do Tubarão e os conselheiros, também aprovaram contrapartidas a serem garantidas pela SM Sports durante este período. Entre elas, estariam aspectos pontuais e fundamentais para o futuro do clube, como colaborar na captação e no relacionamento de patrocinadores e parceiros, além de realizar um trabalho efetivo junto ao público, tanto para conquistar novos torcedores como para fidelizar e tratar com o merecido carinho quem já é apaixonado pelo LEC.

O Londrina, através de um representante, deve retomar toda a parte de logística de estádio, patrocínios, programas de sócio-torcedor, além de relacionamento com a imprensa. Tarefa essa, que nos últimos anos era realizada pelo gestor Sérgio Malucelli, e vinha gerando muitas críticas por parte dos torcedores.

Redação Tem


Você tem que estar por dentro!
Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades no seu e-mail