Londrinense vence campeonato internacional de karatê

Atleta ganhou todas as lutas que disputou.

Imagem: Divulgação

O carateca londrinense, Vinícius Figueira, subiu no lugar mais alto do pódio no último sábado (27). Depois de vencer as cinco lutas que disputou, o atleta conquistou a medalha de ouro no Open da Sérvia, o Internacional Karatê Tournament – Golden Belt 2021. Vinícius faz parte da Seleção Brasileira e está cada vez mais perto de sua vaga olímpica.

O atleta comentou sobre a participação na competição, destacando sua importância. “Foi um campeonato com um nível muito bom. Havia atletas das seleções de Montenegro, Croácia, Sérvia e Bósnia, e portanto, participaram excelentes atletas europeus. Para mim, foi muito importante por conta da preparação, acabei fazendo cinco lutas com atletas que estão competindo no circuito, então a competição serviu para eu me preparar e pegar confiança para as próximas competições”, frisou.

O técnico e presidente da Fundação de Esportes de Londrina (FEL), Marcelo Oguido, comemorou a vitória. “O Vinícius Figueira treina comigo desde os 11 anos. O que fez a diferença na vida dele foi o comprometimento, a busca pelos seus objetivos. Ele é um jovem que sempre ouviu bastante, sempre dedicado desde pequeno, começou a se destacar logo cedo. Sempre soube que ele seria um talento. Eu disse a ele, no exame de faixa, que se ele fizesse a parte dele e eu a minha, ele estaria da Seleção”, comentou.

Vinícius Figueira no pódio – Imagem: Divulgação

No momento, o carateca se prepara para a sua próxima competição, a etapa de Lisboa da Premier League, que deve acontecer entre 30 de abril e 2 de maio. Esse será o último evento que somará pontos para o Ranking Olímpico. “Agora, meu maior objetivo é essa competição de Portugal, que é a última etapa do ranking mundial, valendo a vaga olímpica, então estou bem focado para Portugal. A preparação é dedicação total com esse objetivo hoje, ser campeão em Lisboa”, contou.

O atleta comentou sobre a possibilidade de estar nas Olimpíadas. “As chances são muito altas. Na verdade, já tinham fechado o ranking, eu já estava dentro das olimpíadas, mas com o adiamento dos jogos olímpicos, a confederação mundial abriu novamente o ranking, abrindo mais uma etapa. E agora é me manter na colocação que estou para confirmar essa vaga para os jogos olímpicos”, avaliou.

Para Oguido, o resultado vem de um trabalho em conjunto. “Eu sou sensei, professor e técnico. Difícil não é você comandar um atleta em uma competição, é você mantê-lo por anos no tatame. Foi um trabalho em conjunto, do Vinícius e meu, da equipe, dos pais, que fez ele chegar onde chegou. Então, as olimpíadas é um sonho nosso. Não só um sonho dele, mas meu, da família e de seus amigos. E é ótimo para a cidade ter um atleta olímpico ‘pé vermelho’ é uma satisfação, uma alegria gigantesca”, destacou.

“É uma honra levar o nome de Londrina. Eu tenho muito orgulho da minha cidade, sempre que tenho a oportunidade, falo muito bem dela. Muito orgulho da cidade e de ganhar projeção por ela, é uma cidade maravilhosa para mim. Posso rodar esse mundo inteiro, mas eu sempre quero voltar para Londrina, tenho muita alegria de ser londrinense”, concluiu.

Redação Tem com Ncom



Você tem que estar por dentro!
Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades no seu e-mail