Vídeo mostra bolsonarista matando guarda municipal petista no Paraná

Crime de intolerância aconteceu em festa de aniversário. As cenas são fortes.

Imagem: Reprodução

Imagens de uma câmera de segurança registraram o momento em que o guarda municipal Marcelo Arruda é assassinado a tiros por um fanático bolsonarista, na noite neste sábado (9), enquanto celebrava seu aniversário de 50 anos, com temática era o PT e Lula. O agente penitenciário Jorge José da Rocha Guaranho, que invadiu a festa para xingar os participantes e depois matou o aniversariante, também acabou morrendo. (Assista abaixo).

O crime chocou o país e aconteceu em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná.

De acordo com a Polícia Civil, o assassino interrompeu a festa cerca de 20 minutos antes do crime. Ele parou seu carro do lado de fora do local, onde acontecia a comemoração, aos gritos de “é Bolsonaro, seus filhos da puta”. Ele estava com sua esposa e filha no carro. Quando Marcelo Arruda saiu da festa para ver o que acontecia, o assassino apontou o revólver, enquanto a mulher gritava, “para com isso, vamos embora”. Ele deixou o local em seguida, prometendo voltar aos gritos: “Eu vou voltar e matar todos vocês, seus desgraçados”

Na sequência, Marcelo foi até seu carro e pegou seu revólver funcional, afirmando a uma pessoa da festa, “vai que esse maluco volta mesmo, eu não vou ficar desprevenido”. A festa prosseguiu por mais 20 minutos até que o bolsonarista assassino voltou e invadiu o local de arma em punho. Marcelo identificou-se como guarda municipal, mostrando seu distintivo e já com sua arma nas mãos, mas de nada adiantou. Guaranho disparou duas vezes com sua pistola uma calibre 40.

A festa acontecia salão da Associação Recreativa Esportiva Segurança Física de Itaipu (ARESF) e estava enfeitado com balões vermelhos e imagens do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O boletim de ocorrência foi registrado na 6ª Subdivisão Policial de Foz do Iguaçu.

O líder do PT recebeu o segundo tiro nas costas, conseguiu virar-se e deu cinco tiros no bolsonarista. As imagens mostram que uma mulher ainda tenta evitar que o fanático atire nas costas do guarda municipal, mas não consegue. Segundo um amigo de Marcelo, “com sua reação, ele conseguiu evitar uma chacina, foi um herói”.

Marcelo foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O assassino também acabou morrendo na manhã deste domingo, após ser internado na UTI.

O guarda municipal deixa esposa e quatro filhos, sendo uma menina de seis anos e um bebê de apenas 1 mês.

Assista ao vídeo:

Redação Tem Londrina



Você tem que estar por dentro!
Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades no seu e-mail