Londrina já possui oito casos de sarampo confirmados

Outros quatro casos seguem em investigação, aguardando o resultado de exames

 Foto: Reprodução

A Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), divulgou o boletim epidemiológico que aponta a situação da dengue em Londrina. Do início do ano até agora, foram registradas 14.386 notificações relacionadas à doença, das quais, 3.228 se confirmaram, 10.656 foram descartadas, e outras 502 estão em análise, aguardando o resultado de exames laboratoriais.

A SMS esclarece que houve uma diminuição no número de casos confirmados esta semana, com relação ao que foi divulgado na semana anterior, de 3.239 para 3.228. Segundo a diretora de Vigilância em Saúde, Sônia Fernandes, isso ocorreu porque a secretaria fez uma revisão no banco de dados e eliminou duplicidades. “Havia pacientes que foram atendidos em vários serviços e acabaram sendo contados duas vezes. Essas duplicidades se referem aos meses de fevereiro, março e abril, época que foram registrados muitos casos da doença”, explicou.

Sônia destacou que é preciso estar atento. “Apesar da revisão no banco de dados ter apontado uma diminuição no número de casos, nós temos que estar em alerta porque estamos na época mais favorável ao desenvolvimento do vetor, favorecendo um número maior de casos da doença. Observamos, nas últimas semanas, que o número de casos notificados permanece estável, contudo, verificamos que, entre os notificados, há uma determinada concentração em alguns bairros, por isso a equipe de Endemias já está realizando um trabalho nestas localidades, principalmente nos bairros da região norte, que neste momento nos preocupa mais”, apontou.

A SMS também prossegue com as ações educativas de combate ao Aedes aegypti. Neste sábado (16), das 8 às 14 horas, haverá uma passeata e divulgação com panfletagem sobre o combate à dengue, partindo da Igreja Assembleia de Deus, que fica na Rua Claudeth de Souza, 1.195. A ação é voltada para membros da igreja e comunidade.

Sarampo

A Secretaria Municipal de Saúde confirmou mais um caso de sarampo esta semana, de uma mulher que fez diversas viagens para São Paulo, localidade que registra um surto da doença, e onde acredita-se que ela tenha contraído o sarampo. Segundo Sônia Fernandes, essa mulher encontra-se bem e já recuperada da doença. Com isso, Londrina registra 8 casos de sarampo, de um total de 17 notificações. Destas, quatro estão em andamento, esperando o resultado de exames, as demais foram descartadas.

Na próxima segunda-feira (18), o Ministério da Saúde abrirá uma segunda etapa da vacinação, voltada para adultos jovens não vacinados, na faixa etária de 20 a 29 anos. De modo geral, a vacinação contra o sarampo é indicada para pessoas com idade entre 1 e 29 anos (duas doses) e 30 a 49 anos (uma dose). Os profissionais de saúde devem receber duas doses, independentemente da idade.

Redação Tem com N.com


Você tem que estar por dentro!
Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades no seu e-mail