Veja os 7 países que os brasileiros ainda podem viajar na pandemia

Maioria dos países têm impedimentos para a entrada de brasileiros.

Imagem: Reprodução

Com a situação da pandemia descontrolada no Brasil neste início de 2021, além da falta de efetividade no combate à pandemia por parte das autoridades, o retorno das viagens internacionais ficou um pouco mais distante para os brasileiros. A maioria dos países estão impondo restrições mais duras para viajantes nacionais para evitar que o contágio com a cepa brasileira (P1). De acordo com a plataforma da Skyscanner sobre restrições de viagens, total de 218 países mantém restrições para brasileiros, em 116 a entrada está completamente proibida. Atualmente, apenas sete países possuem impedimentos leves.

Veja quais são esses países:

Bolívia: o brasileiro que deseje fazer uma viagem internacional tem como opção a Bolívia. Para entrar no país, é necessário ter um certificado com resultado negativo para o teste PCR que tenha sido emitido há no máximo três dias antes do desembarque. O formulário é exigido na entrada ao país.

Costa Rica: um formulário deve ser preenchido de forma online antes da partida do voo para a Costa Rica. O QR Code gerado deve ser apresentado no desembarque. O viajante internacional em visita ao país precisa ter um seguro de viagem com cobertura de custos de tratamento e acomodação em caso de contaminação por covid-19.

México: o país exige apenas o preenchimento de um formulário a ser entregue na chegada ao País. Não é necessário cumprir quarentena na chegada ao México.

A Playa Grande é um dos pontos turísticos da República Dominicana, um dos poucos países que ainda permanece aberto a turistas brasileiros – Foto: Dominican Republic Ministry of Tourism

República Dominicana: um bilhete eletrônico padronizado do país ou um formulário de declaração de saúde assinado por profissionais médicos deve ser assinado e entregue antes da partida. Os passageiros estão sujeitos a exames médicos no desembarque no país.

Afeganistão, República Centro-Africana, Albânia: nos três países as restrições são bem básicas ou têm regras vagas. No máximo cobram exames médicos para passageiros e tripulantes na chegada ao aeroporto.

Imagem: Reprodução

Nos outros países as restrições continuam. A França, por exemplo, anunciou na última terça-feira (13) que suas fronteiras estão fechadas para voos vindos do Brasil. O país se junta a outros europeus, como Holanda e Espanha, que restringiram as rotas com o território brasileiro pelo risco de contágio pela cepa P1 oriunda de Manaus.

Redação Tem



Você tem que estar por dentro!
Assine nossa Newsletter e receba notícias e novidades no seu e-mail